CEAP-SOL – Centro Estadual de Atenção Prolongada e Casa de Apoio Condomínio Solidariedade

Image

COMUNICADO IMPORTANTE

Considerando o anúncio da Organização Mundial de Saúde - OMS que decretou a pandemia do novo COVID-19, a transmissão já considerada como comunitária no Brasil e prezando pela proteção à saúde de nossos pacientes e colaboradores, informamos que as visitas aos pacientes estão suspensas por tempo indeterminado.

O Boletim Médico será repassado aos familiares, via telefone, em dois horários: a partir das 09h e 21h.
Para ter acesso ao Boletim Médico, nos horários mencionados, o familiar deverá entrar em contato pelos telefones: 3201-9288/ 3201-9289 / 3201-9290.

CENTRO ESTADUAL DE ATENÇÃO PROLONGADA E CASA DE APOIO CONDOMÍNIO SOLIDARIEDADE



Diretoria

  • Diretor Geral: Bruno Almeida
    62 3201-9287 
  • Diretora Técnica: Thais Lopes Safatle Dourado CRM-GO: 17614
    62 3201-9289

Prestação de Contas

Acesse à página de Acesso à Informação referente à OS gestora do CEAP-SOL

Acesso à Informação da OS

Localização

O Centro Estadual de Atenção Prolongada e Casa de Apoio Condomínio Solidariedade (CEAP-SOL) foi inaugurado em 1995 como um centro de convivência criado pela Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e constituiu-se como uma Instituição de Casa de Apoio ao portador de infecção pelo HIV/AIDS.

Hoje, encontra-se integrado ao Hospital Estadual de Doenças Tropicais (HDT), tendo seu perfil de atuação amplificado para outras doenças infectocontagiosas e dermatológicas, a nível ambulatorial e de internação hospitalar. Dessa forma, atualmente, a unidade conta com:

  • Núcleo Ambulatorial para atendimento de pacientes com doenças infectocontagiosas e dermatológicas, nas seguintes especialidades: Odontologia, Psicologia, Nutrição, Fisioterapia e Serviço Social;
  • Núcleo Hospitalar para internações de pacientes com doenças infectocontagiosas e dermatológicas, com atendimento biopsicossocial a partir de uma equipe interdisciplinar;
  • Casa de Apoio para hospedagem temporária de pacientes portadores do vírus HIV/AIDS residentes nos munícipios do interior do Estado, durante procedimentos assistenciais em saúde a serem realizados em Goiânia.

Informações

Ouvidoria
Nível 1: por meio da interlocutora Mirian; gestora responsável Eunice Quirino da Silva.
Ambulatório
Recursos Humanos
Leitos de Internação
Leitos de Hospedagem

Informações para Familiares e Amigos de Pacientes

Visitantes - Internação
  • Horários de Visita:Das 15 às 16 horas, todos os dias da semana, podendo o visitante permanecer até às 17 horas. Não é permitida a entrada de menores de 16 anos para visitas;
  • Permissão:Familiares, amigos, membros de ONGs e de Conselhos de Saúde (preferencialmente acompanhados de um funcionário da instituição).

 

Familiares e amigos: 4 pessoas, sendo um de cada vez.

ONG: 2 pessoas

Conselho Local de Saúde: 2 pessoas.

Acompanhantes - Internação
Hospedagem - Casa de Apoio

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.