Hospital Estadual de Luziânia promove ação social em bairro do município 

Projeto da unidade do Governo de Goiás no Entorno do Distrito Federal é voltado para crianças da região, que tiveram brincadeiras e momentos de alegria

Colaborador do HEL fantasiado de palhaço brinca com uma das crianças atendidas pela ação solidária

Fazer o bem às pessoas é uma etapa fundamental nos cuidados realizados pelo Hospital Estadual de Luziânia (HEL). Além dos serviços prestados aos pacientes internados com Covid-19, a unidade do Governo de Goiás no Entorno do Distrito Federal realiza uma série de ações sociais que beneficiam pessoas em situação de vulnerabilidade.

No domingo passado (24/10), profissionais voluntários, liderados pela Comissão de Responsabilidade Social do HEL, estiveram no Bairro Cruzeiro do Sul (Cruzeirinho), em Luziânia, para homenagear as crianças. Todo o evento foi organizado e desenvolvido para celebrar o mês dos pequenininhos.

Caracterizados com fantasias de palhaço, unicórnio e branca de neve, os voluntários organizaram ações para promover a socialização e a realização de atividades físicas. A iniciativa também contou com um ambiente dedicado à pintura de rosto. Doces, salgados, balões e brinquedos foram distribuídos. Os familiares que acompanharam os pequeninos receberam sanduíches e refrigerantes.

“Não há palavras para descrever o que sinto quando vejo o sorriso das crianças. Meu coração se preenche de alegria. Participar de um evento assim é um grande presente e aprendizado. Me desenvolvo como pessoa e profissional”, conta o colaborador Keuvy Bezerra, que se fantasiou de palhaço durante o evento e recebeu muito carinho das crianças.

Solidariedade
O avanço da pandemia da Covid-19 fez com que pessoas em situação de vulnerabilidade social ficassem ainda mais expostas. O isolamento social, bem como a falta de oportunidades, impactaram de forma significativa a rotina de milhares de pessoas.

Nesse cenário de incertezas, apenas a solidariedade é capaz de transformar a sociedade. Praticar o bem, ter empatia, doar – seja tempo ou recursos financeiros – são apenas algumas das práticas que podem mudar o dia a dia de alguém. Essa é uma das missões do Hospital Estadual de Luziânia.

Para o diretor-geral da unidade, Francisco Amud, realizar esse tipo de ação faz parte da responsabilidade do HEL com a comunidade. “Como hospital é nosso dever cuidar não só de nossos pacientes, mas também de todo aquele que necessite de ajuda de alguma forma. Fico contente pela oportunidade de realizar o evento nessa comunidade que nos recebeu de braços abertos”, afirma.

Luiz Fernando Fernandes (texto e foto)/Imed

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.