Hospital Estadual de Luziânia apresenta nova uniformização por cores

Pigmentos diferentes das vestimentas ajudam a identificar por especialidades os profissionais da unidade do Governo de Goiás no município do Entorno do DF

Profissionais do HEL com os novos uniformes, de cores específicas para cada um: mais funcionalidade

Um local de trabalho mais funcional e alegre contribui para o bom funcionamento do ambiente hospitalar. Por isso, o Hospital Estadual de Luziânia (HEL) agora utiliza a uniformização por diferentes cores das roupas privativas, aquelas utilizadas pelos profissionais da saúde. As vestimentas são exclusivas para uso hospitalar e são devolvidas ao final do plantão para higienização, o que minimiza risco de contaminação. 

Cada área ou função agora possui uma cor específica. Dessa forma, a identificação dos colaboradores passa a ser mais fácil. Além disso, a medida auxilia também os pacientes internados na unidade, facilitando o pedido de atendimento diretamente para o profissional requerido.

A separação por tons é realizada para distinguir as equipes por categorias durante a consulta ao paciente ou até mesmo durante procedimentos médicos. Dessa forma, o ambiente de internação torna-se mais seguro para quem trabalha e para quem utiliza o serviço de saúde pública.

Toda a equipe foi treinada para entender a relação de cada cor com a respectiva função hospitalar. Também foi reforçada a importância dos cuidados com as roupas privativas, consideradas  instrumento essencial no exercício do trabalho. A atenção às canetas ou marcas textos nos bolsos é essencial, visto que a tinta dos objetos pode manchar as vestimentas.

A mudança foi bem aceita tanto pela equipe quanto pelos pacientes, que elogiaram a facilidade da identificação. Outro fator foi a inserção de cores no ambiente hospitalar, deixando o local mais alegre e até mesmo tornando-o mais vívido.

As funções que foram contempladas pelo projeto são amarelo (multiprofissional), vinho |(enfermeiros), azul (médicos), marrom (higienização e processamento de roupas), cinza (maqueiros), verde (centro cirúrgico), azul escuro (técnicos de enfermagem) e preto (radiologia).

Para o diretor-geral do HEL, Francisco Amud, a mudança proporciona um ambiente mais seguro, além de criar um ambiente mais agradável. “Agora podemos identificar cada função de forma muito mais fácil e também tornou todo o Hospital Estadual de Luziânia mais seguro. Mudanças assim são sempre bem-vindas e agradáveis”, afirma.

Luiz Fernando Fernandes (texto e foto)/Imed

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.