Crer forma turma em curso de aperfeiçoamento 2022-1 e recebe a de 2022-2

Unidade estadual de saúde promove cerimônia de certificação de profissionais de diversas áreas no dia 1º de agosto e, já no dia seguinte, recebe a turma do novo ciclo de seis meses

Profissionais da segunda turma do programa de aperfeiçoamento do ano são recebidos na unidade de saúde

O Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer) realizou, no dia 1º de agosto, uma segunda-feira, a cerimônia de formatura do curso de aperfeiçoamento 2022-1. Já no dia 2, já inciou a segunda turma do ano. O curso de aperfeiçoamento está alinhado ao objetivo estratégico de promover ensino e pesquisa, na perspectiva Aprendizado e Desenvolvimento do Planejamento Estratégico do Crer.

A formatura envolveu profissionais de enfermagem, comunicação, farmácia, nutrição, qualidade, gestão ambiental e serviço social. Com carga horária de 480 horas, o curso de aperfeiçoamento profissional teve duração de seis meses e ofereceu aos participantes aprendizado teórico e prático.

“A formatura é o momento de colher os frutos dos esforços de um grande grupo de profissionais e aperfeiçoandos ao longo de seis meses. Capacitação e aprendizagem é o que se busca oferecer no curso de aperfeiçoamento em áreas que o mercado profissional há escassez de profissionais habilitados. Sendo assim, a chave para excelência é a educação em saúde voltada para o que a sociedade precisa”, explica a supervisora de ensino e pesquisa do Crer, Cristiane Soto Machado.

Porftólios
Na cerimônia, os profissionais tiveram um momento de apresentação dos portfólios, como forma de evidenciar o aprendizado, o trabalho e a entrega realizados durante o tempo do curso de aperfeiçoamento. Para o aperfeiçoando da qualidade, Lucas Aragão Souza, o curso foi uma experiência indispensável para sua formação profissional. “Os aperfeiçoandos são acompanhados por profissionais comprometidos com a entrega de um serviço de excelência para a sociedade”.

Aperfeiçoando em gestão ambiental, Marcella Alves Sabino ressaltou a transformação profissional que o curso resultou em sua vida e que o aperfeiçoamento em sua área dentro de uma unidade de saúde foi uma vivência completamente diferente de tudo que ela já viu na universidade e no mercado de trabalho. “O aperfeiçoamento me trouxe um crescimento profissional e pessoal, em que cada atividade proposta era um novo desafio a ser enfrentado.” 

A solenidade contou, com a presença do gerente de atendimento clínico do Crer, Cristhiano Augusto Holanda Braga, representando o diretor-geral, Válney Luiz da Rocha; da diretora de ensino e desenvolvimento da Agir, professora Helca de Souza Nascimento; da coordenadora da Fiocruz, Maria Cristina Guimarães; da gerente de qualidade do CRER, Josenei Skorek, além de Cristiane Soto.

O Programa de Aperfeiçoamento Profissional do Crer tem carga horária de 480 horas e, ao final do curso, o aperfeiçoando recebe certificado garantindo experiência profissional de 6 meses na área escolhida. 

Segunda turma
Na terça-feira (2/8), o projeto político-pedagógico da instituição iniciou a segunda turma do ano, com 20 profissionais, de comunicação, enfermagem (UTI/centro cirúrgico/ clínica cirúrgica/NIR), farmácia, nutrição, qualidade e serviço social.

Na recepção aos novos aperfeiçoandos, a Supervisão de Ensino e Pesquisa (Suenpes) apresentou toda a unidade. Os inscritos no programa enfatizaram em seus discursos de boas-vindas que estão felizes com a iniciativa e compartilharam o que pretendem realizar com o seu tempo no Crer. “Meu local de aperfeiçoamento é a clínica cirúrgica, onde irei adquirir muito aprendizado tanto teórico como na prática e o mais incrível contando com a ajuda de excelentes profissionais e com ótimos recursos disponíveis”, explica a aperfeiçoanda do curso de enfermagem, Láyla Lorrany Gadia.

Juliana Saran (texto) e Láila Dionízio (foto)