Hospital Estadual de Itumbiara realiza roda de conversa sobre assédio moral

Atividade foi conduzida pela advogada Letícia Borges

 

O Hospital Estadual de Itumbiara São Marcos (HEI) realizou nesta quarta-feira (30/11), uma roda de conversa com os colaboradores, um momento de diálogo e aprendizado, sobre assédio moral. A iniciativa, organizada pela Comissão de Humanização e Eventos, foi conduzida pela advogada Letícia Borges de Melo Cordeiro.

De acordo com a facilitadora, o assédio moral representa uma violação à dignidade da pessoa, assim como aos direitos fundamentais do trabalho e à saúde psíquica. “Configura-se por uma conduta reiterada do assediador que humilhe, ridicularize, inferiorize, rebaixe ou difama, causando sofrimento psíquico”, explicou.

Leticia destaca que a humilhação e ofensa repetitiva afeta a vítima, comprometendo suas relações afetivas e laborais. “O assediador pode ser obrigado a reparar danos materiais e morais, bem como ser acusado por crime de perseguição e assédio moral, tipificado no art. 147-A Código Penal”, afirmou a advogada.

Para a Responsável Técnica (RT) do serviço social do HEI, Karoline Silva Paiva, a roda de conversa permite uma aproximação com os colaboradores da unidade, promovendo um espaço de diálogo e construção coletiva de conhecimento. “Nesta roda de conversa foi enfatizado o quanto é importante a construção de um ambiente de trabalho harmonioso, onde há sempre o respeito ao próximo. Além disso, foi apresentada a Cartilha Institucional sobre Assédio Moral e a forma de disponibilização da mesma.”, disse.

A profissional revela que esses momentos possibilitam a reflexão de forma ampla, sobre o como cada colaborador pode contribuir para a promoção de um ambiente de trabalho saudável. 

Texto e foto: Hélmiton Prateado/IBGC