Vigilância Epidemiológica Hospitalar

A Vigilância Epidemiológico Hospitalar do Estado de Goiás foi implementada em 2005, sendo denominado como Coordenação de Vigilância Epidemiológica Hospitalar e vinculada a Gerência de Vigilância Epidemiológica/ Superintendência de Vigilância em Saúde/ Secretaria de Estado da Saúde Goiás. Em 2017 o serviço deixou de ser coordenação para ser uma Subcoordenação vinculada ao Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde- CIEVS na Gerência de Vigilância Epidemiológica de Doenças Transmissíveis/GVEDT/SUVISA/SES-GO.

A Subcoordenação de Vigilância Epidemiológica Hospitalar - SVEH tem como objetivo implementar e gerir a estratégia de vigilância epidemiológica hospitalar, por meio de monitoramentos, assessorias e promoções de capacitações. Analisando e avaliando a detecção, de modo oportuno, das doenças, agravos e eventos de saúde pública de notificação compulsória (DNC), de cada Núcleo Hospitalar de Epidemiologia (NHE) do estado de Goiás, conforme Portaria n° 921/2021 de 01 de Julho de 2021 da Secretaria de Estado da Saúde e portarias nacionais vigentes. As unidades de saúde vinculadas a SVEH fazem parte da Rede Nacional de Vigilância Epidemiológica Hospitalar – RENAVEH, esta vinculação é realizada através da assinatura do termo de adesão a RENAVEH- Goiás, sendo que toda unidade de saúde estadual deve ter e manter um NHE em pleno funcionamento.  A instituição de hospitais vinculadas a RENAVEH Goiás, é uma estratégia de referência para a detecção oportuna de casos emergentes e reemergentes de doenças/agravos e eventos de saúde pública, como também para o monitoramento dos casos moderados e graves, das mudanças de perfil epidemiológicos das doenças e agravos, além de monitorar o perfil de morbidade e mortalidade nas unidades de saúde em Goiás. Contribuindo para o planejamento das ações e medidas de controle, prevenção e mitigação das doença/agravos, constituindo assim uma ferramenta importante para o planejamento e a gestão hospitalar, municipal e estadual. 

Competências da Subcoordenação de Vigilância Epidemiológica

    • Identificar os hospitais que podem se constituir em referência estadual para a Vigilância Epidemiológica em Âmbito Hospitalar em seu território e avaliar a adequação dessas unidades aos critérios de seleção elencados no Anexo I da Portaria SES-GO nº921/2021;

    • Submeter à homologação da CIB a relação dos hospitais de referência estadual, para posterior informação à SVS/MS coordenar, em seu âmbito de ação, a Vigilância Epidemiológica em Âmbito Hospitalar, articulada à Rede CIEVS e às demais prioridades de vigilância em saúde definidas pelo gestor estadual;

    • Elaborar normas técnicas complementares às do nível federal para sua unidade federada, sempre que necessário;

    • Apoiar tecnicamente os hospitais na implantação dos NHE, por meio de assessoria técnica e da capacitação de recursos humanos;

    • Apoiar a estruturação e a manutenção dos NHE que eventualmente passem a integrar uma rede de referência estadual para a Vigilância Epidemiológica em Âmbito Hospitalar;

    • Trabalhar de forma integrada com as demais áreas técnicas da GVEDT/ SUVISA/ SES-GO para melhoria contínua dos serviços prestados pelos NHE;

    • Executar e/ou complementar as ações desencadeadas conforme as atividades de vigilância epidemiológica realizadas no âmbito hospitalar, em seu território;

    • Monitorar e avaliar, no seu âmbito de ação, a vigilância epidemiológica em âmbito hospitalar, em articulação com os gestores municipais.

Legislação

Legislações Vigilância Epidemiológica Hospitalar: 

Legislações que subsidiam as ações de Vigilância Epidemiológica Hospitalar:

Núcleos de Vigilância Epidemiológica Hospitalar – NVEH da Rede de Vigilância Epidemiológica Goiás/ REVEH/RENAVEH:

Contatos da subcoordenação de vigilância epidemiológica hospitalar – SVEH:

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: (62) 3201-4488

Painel da Vigilância Epidemiológica Hospitalar